quarta-feira, 2 de junho de 2010

Trabalho Infantil






Trabalho Infantil
Gera lucro pra quem explora pobreza pra quem é explorado, faz parte da cultura econômica brasileira e está diretamente ligado ao trabalho escravo. É um problema grave no Brasil que chega a 5 milhões de jovens abaixo da idade mínima legal permitida para o trabalho, conforme a legislação de cada país.
A exploração do trabalho infantil é comum em países subdesenvolvidos. Um exemplo de um destes países é o Brasil, em que nas regiões mais pobres este trabalho é bastante comum. A maioria das vezes ocorre devido à necessidade de ajudar financeiramente a família. Muitas destas famílias são geralmente de pessoas pobres que possuem muitos filhos.
Na última década, o governo brasileiro criaram órgãos, alterando leis e implantado programas de geração de renda para as famílias, jornada escolar ampliada e bolsas para estudantes, numa tentativa de dar melhores condições para que essas crianças não tivessem que sair de casa tão cedo para ajudar no sustento da família para combater a trabalho infantil.
Com essas modificações o número de jovens trabalhando diminuiu de mais de 8 milhões, em1992, para os cerca de 5 milhões hoje. Mas especialistas afirmam: o momento de inércia ainda não foi vencido e, se o trabalho que está sendo feito for suspenso agora, vai ser como se nada tivesse acontecido.
José dos Santos, carvoeiro na região do serrado, em Minas Gerais expressou a luta para mudar uma realidade e diz:
“A gente custa muito pra entender que nasceu pra ser peixe de engordar gato que engorda rico e, em casa, a gente fabrica com todo amor os próximos peixinhos”. Pra fugir disso, botei todo mundo pra estudar, mas sinto um aperto no peito porque sei que o ensino é muito ruim. Filho de pobre, mesmo depois de estudar um, dois, quatro anos, continua analfabeto.
Curiosidades do Trabalho Infantil
Quantas crianças trabalham hoje no Brasil?

Quem trabalha mais, menino ou menina?

O trabalho infantil vem diminuindo no Brasil?





De:Darlan




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário